Buscar
  • Clínica Porto

Qual é a relação entre ansiedade e álcool?



Muitos são os debates envolvendo a relação do álcool com a manifestação dos sintomas ansiosos. É o consumo de álcool em excesso que causa crises de ansiedade ou é o estar ansioso que leva ao consumo e posterior dependência de álcool?

Diversos são os caminhos que levam ao consumo problemático de alcool. Inicialmente esse consumo pode ter um efeito calmante desejado, com o passar do tempo, entretanto, o uso em quantidades crescentes implica em um problemático desequilíbrio no dia-a-dia da pessoa.


Tanto os quadro ansiosos quanto a dependência de alcool são problemas médicos graves e frequentes. É por isso que compreender a relação entre um e outro é fundamental na proposição da estratégia terapêutica correta.

Siga lendo para saber mais.

Como a ansiedade pode levar ao álcool?

Todo mundo sente ansiedade em alguns momentos durante a vida, como em uma entrevista de emprego ou na hora de fazer uma apresentação na escola, faculdade ou trabalho. No entanto, muitas pessoas sofrem com um transtorno de ansiedade que ultrapassa os limites de uma sensação aceitável, podendo afetar a qualidade de vida, as relações pessoais e até a saúde física delas.

Nesses casos, a pessoa tem muita dificuldade em controlar os sentimentos ansiosos, podendo realmente perder o controle. Entre os principais sintomas do transtorno de ansiedade, estão:

● tensão contínua;

● pensamentos em caráter ruminativo;

● dificuldade de concentração;

● taquicardia (coração acelerado);

● insônia;

● perda ou ganho de peso rápido;

● impaciência;

● instabilidade do humor;

A perda ou ganho de peso geralmente ocorre porque a pessoa ansiosa foca na satisfação temporária que a comida pode proporcionar, e assim acaba exagerando. O mesmo pode acontecer com o álcool. Muitos indivíduos com ansiedade sentem diversos desses sintomas a maior parte do tempo e veem as bebidas alcoólicas como um refúgio.

Como o álcool pode levar à ansiedade?

Beber uma quantidade moderada em determinadas ocasiões, nos finais de semana ou até tomar um pouco de vinho diariamente é algo considerado normal. No entanto, beber em excesso pode acarretar problemas não apenas para o indivíduo como também àqueles ao redor dele.

É sabido que as bebidas alcoólicas podem prejudicar diversos órgãos do corpo, principalmente o fígado. Além disso, quantos acidentes causados por pessoas alcoolizadas você já não teve notícia? O alcoolismo também pode prejudicar muito as relações sociais, familiares e profissionais.

Quais são as consequências da relação entre ansiedade e álcool?

Como se pode ver, se ambos separados causam problemas, imagine juntos. Quando andam de mãos dadas, a ansiedade e o álcool podem aumentar ainda mais o risco de ataques de pânico, assim como provocar comportamentos arriscado levando a estados subjetivos de muita confusão e desorientação.

Assim é essencial procurar um psiquiatra que possa lhe orientar corretamente na condução do caso considerando a ansiedade de base e o uso problemático de alcool. Em parceira com o médico psiquiatra, o estabelecimento de um projeto terapêutico adequado garante as bases para a recuperação do(a) paciente.

463 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo