Buscar
  • Clínica Porto

Pressão arterial oscilando: saiba o que fazer



Medir a pressão arterial é geralmente uma das primeiras ações de médicos clínicos gerais e cardiologistas em consultas. Afinal, infelizmente, é muito comum que o brasileiro sofra com problemas de pressão, sobretudo quando ela está alta: de acordo com dados divulgados em 2019 pelo Ministério da Saúde, quase 25% da população alega sofrer com o problema.


Por isso fala-se muito sobre a importância de mantar a pressão arterial em níveis normais, combatendo a hipertensão (quando ela está mais alta que o normal) ou evitando a pressão baixa.


Outra situação não muito discutida, mas igualmente importante é a da oscilação da pressão: fatores como a temperatura, a realização de atividade física e até o nível de estresse podem fazer com que ela oscile para mais ou para menos. Quer saber mais sobre isso? Continue lendo!

Por que minha pressão oscila?


É importante saber que naturalmente a pressão arterial oscila ao longo do dia de acordo com o momento e as atividades que fazemos. Por exemplo, enquanto dormimos, ela diminui, já que os ritmos cardíaco e de respiração também baixam. Este é um mecanismo utilizado pelo corpo para garantir um sono reparador.


Por outro lado, quando fazemos atividade física com esforço, como correr ou levantar peso, a pressão aumenta como resposta à liberação de adrenalina. Isso também acontece quando ficamos estressados ou nos sentimos ansiosos. Se aferirmos a pressão após uma briga ou uma reunião importante, provavelmente os níveis mostrados estarão altos.


Assim, é importante saber que a oscilação da pressão arterial é algo normal e que acontece com todos nós ao longo do dia.


A pessoa precisa ficar alerta caso perceba uma mudança no padrão de sua pressão ou se começar a apresentar picos de pressão alta e sintomas frequentemente, sem que ela diminua logo em seguida de forma natural, ou seja, sem medicação.

O que fazer quando isso acontece?

Antes de tudo, tenha calma! Agora que você sabe que a oscilação da pressão arterial é algo natural, é importante entender se as suas variações são normais ou se de fato há algo diferente aí.


Para isso, sugerimos que você meça a pressão três vezes por dia e mantenha isso registrado por algum tempo. Nesta espécie de diário, escreva:

● Os valores indicados em cada aferição.

● Como estava seu emocional durante o dia, se passou por algum tipo de estresse ou se estava ansioso por algum motivo

● O que comeu em cada refeição.

Com esses dados, será possível observar se a oscilação dos níveis de pressão está ligada às situações tensas que vivenciou durante o dia ou à dieta alimentar.


Se você perceber que não há relação nenhuma com o seu dia a dia, procure um especialista, que neste caso é o cardiologista. Ele é o profissional adequado para investigar o que está acontecendo com você e, se necessário, receitar o medicamento correto para controlar essa variação.

1,693 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo